UM OLHAR DIFERENTE NA PAISAGEM URBANA

Sempre há algo que pode nos surpreender!

Observação de árvoreAs paisagens urbanas podem nos mostrar a responsabilidade ambiental e social tanto da cidade quantos dos maradores. A falta de coleta de lixo não significa que a frente da sua casa pode ficar suja, se não há arborização, não significa que você não pode plantar uma árvore em frente da sua casa, apesar de fazê-lo com responsabilidade e cuidados para não causar transtornos e riscos a segurança das estruturas da sua casa e de seu vizinho.

Hoje me deparei com uma espécie de arbusto em frente a uma residência, ao qual o morador teve um olhar diferenciado para a cidade e plantou uma árvore, que se trata da espécie: Tecoma stans  com diversos nomes comuns como Ipê de jardim.

Abaixo a descrição da espécie que, apesar da informação de que se trata de uma espécie invasora, achei uma boa opção para a arborização urbana e fiz semeadura. Vamos ver os resultados.

Até o próximo Minuto Atitude Ambiental e Sustentabilidade!

Fernando Lelis Xavier

Biólogo

Fonte abaixo no site: http://www.jardineiro.net/plantas/ipe-de-jardim-tecoma-stans.html

 O ipê-de-jardim é uma arvoreta bastante ramificada, que pode alcançar 4 a 6 metros de altura. Ele apresenta folhas compostas por folíolos ovais-lanceolados, sub-sésseis e de bordas serrilhadas. As inflorescências são terminais ou axilares, com muitas flores tubulares, amarelas, muito parecidas com as do Ipê-amarelo (Tabebuia spp). A floração é maior nos meses mais quentes, mas pode perdurar durante o outono. Os frutos são cápsulas glabras deiscentes, compridas e contém muitas sementes aladas.

No paisagismo é apropriada isolada ou em grupos, formando renques. No entanto sua utilização é controversa, pois apesar de ser muito ornamental é considerada uma perigosa planta invasora, capaz de inutilizar pastagens e prejudicar a regeneração de áreas degradadas. Isto se deve à sua grande capacidade de produzir sementes viáveis e ao seu rápido crescimento.

O ipê-de-jardim é uma planta muito rústica, e deve ser cultivada à pleno sol, em solo fértil e enriquecido com matéria orgânica, com regas nos períodos mais secos. Tolerante às geadas. Multiplica-se por sementes e por estaquia.

Mudas em desenvolvimento: 15/07/2017 – 4 meses pós semeadura

Anúncios

Sobre fernandolelis

Colaborador, atencioso, participativo e divulgador das Atitudes Ambientais e Sustentabilidade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s